quarta-feira, 24 de setembro de 2014

English Paper Piecing_EPP

Oi meninas,

Resolvi fazer esse post porque publiquei uns trabalhinhos lá no Face e algumas amigas me pediram indicações de execução.
A técnica se chama English Paper Piecing ou simplesmente EPP. Aqui no Brasil a forma mais conhecida é chamada de "Jardim da Vovó", adoro.

Antes umas considerações, como sempre digo, não tenho a pretensão de que esta seja a melhor forma de execução da técnica nem de que seja a mais correta ou coisa parecida. É apenas a minha forma de fazer, é como eu consegui interpretar a técnica.
Nunca fiz nem um único curso, aprendi pesquisando e fazendo, desmanchando e refazendo. Fui aprendendo com muita gente generosa que gosta de compartilhar e é exatamente por isso que posto paps, para retribuir e poder compartilhar também.

Isto posto... Vamos lá:

Na Net existem muitos gabaritos de hexágonos, para facilitar, mais abaixo deixarei os que encontrei na época em que me interessei e os uso atá hoje. São 3 tamanhos. Caso não sejam o que você procura, dê uma busca no Google que encontrará muitos outros.

Eu imprimi os gabaritos, recortei e não deu muito certo não, o papel sulfite é muito molengo e não conserva bem o formato, então, peguei um e passei o desenho, um a um, para uma capa de lista telefônica e deu muito certo, com o tempo fui encontrando outros materiais que dão certo e uso até umas fichas pautadas que compro em papelarias.

Este é meu gabarito de tamanho médio:
Como podem observar, ele tem 2,5cm de lado.

Eu desenho no avesso do tecido, com caneta especial para patchwork, a que apaga com água ou com calor, assim não preciso me preocupar com a remoção da marca. Caso não tenha essa caneta, não se preocupe, utilize um lápis comum, ele não mancha. Antes de sequer saber da existência desse tipo de canetas eu só fazia com lápis.

Recorte com uma pequena sobra, meio centímetro é a sobra que deixo atualmente. Antes eu deixava um pouco mais porque pode ser que o tecido deslize um pouco com o manuseio e falte para o último lado.

Depois posiciono um dos mais de cem gabaritos que tenho sempre cortadinhos e começo a fixar o tecido.
Dobro o primeiro lado...

Dobro o segundo...
Eu passei para poder tirar uma foto um pouco melhor, não precisa passar não, é só segurar com carinho e cuidado e ir costurando...

Eu costuro só o tecido. Não perfuro o papel de forma alguma. Assim meus gabaritos duram mais. Costure no encontro dos dois tecidos dobradinhos.
Já perdi muito gabarito, lá no comecinho, porque eu alinhavava o tecido no papel.

Vá costurando os cantinhos até completar a volta.
Nesta faze, utilize um fio barato, afinal, ele vai ser retirado depois.

Arremate com um nozinho.
Não precisa cortar o fio, pode passar para o próximo e fazer um colar de hexágonos... kkkk 

Aquí ele prontinho...
Nem doeu, não é mesmo?

Para costurar é muito simples, junte dois e os posicione direito com direito.


Entre com a agulha um pouco afastada da beirada.
Deixe uma sobra de fio... Note que troquei o fio, estou utilizando um melhor porque essa costura permanecerá. Note também que não dei um nó no fio.

Dê o segundo ponto em direção à beirada do hexágono.
Faça com que esse ponto segure o fio que sobrou.

Costure até o final com pontinhos próximos uns aos outros.
Corte bem rente o pedacinho que sobrar da linha, em pouco tempo você se acostumará tanto a fazer que já deixará o tamanho certo de fio para prender.

Feito isso, volte costurando sobre os pontinhos já feitos e termine o lado.
Como você vai continuar costurando, não precisa arrematar com um nó.

Posicione a próxima peça e continue costurando. Você terá que dobrar ligeiramente a peça para costurar.

Nestes exemplos abaixo, eu fui juntando as peças aleatoriamente para criar um novo tecido, ainda não sei o que vou fazer... Foi o que resolvi fazer uma tarde em que o Maridéx estava vendo futebol, como não gosto, porém queria ficar perto do meu Amores, fui fazendo... Aliás, essa técnica é perfeita para isso, você só precisa de uma caixinha com todas as peças, agulha e linha e pronto! Pode ficar na sala, fazendo companhia para o Maridéx e ir fazendo... kkkk Adoro!
Note que criei um tecido inédito! Pense nisso... Suas peças serão esclusivérrimas!!

Outro exemplo:

Aqui o avesso:

Essa aqui é a flor conhecida no Brasil como jardim da vovó...

Costas:
Repare que o centro da peça está sem o gabarito. Como está costurada de todos os lados manterá a forma sem nenhum problema.

Quando a peça que fizer estiver acabada, retire todos os gabaritos e utilize no que desejar... Você pode criar algo com seu tecidinho inédito ou então aplicar as flores em alguma outra peça... Existem muitas possibilidades menina...

Agora os gabaritos que prometi...
Esse é o que mais uso... Gosto por demais dos pequenininhos...




Espero que tenham gostado e que possam aproveitar as informações.

Beijo

"Meu Deus, como o tempo passa...
Dizemos de quando em quando...
Ao final, o tempo fica...
E a gente é que vai passando..."
Fado

4 comentários:

  1. Adorei querida! Muito obrigada! Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sissi,
      Que bom que gostou menina, obrigada por comentar e volte sempre...
      Beijo

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu também te amo querida Divina...
      Que prazer o meu ao te encontrar aqui...
      Beijão flor minha <3

      Excluir

Obrigada por deixar aqui o seu Detalhe...